capítulo 10

586 39 8
                                    

Assim que chegamos no tribunal

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

Assim que chegamos no tribunal...o juiz pediu logo para fala com a su sozinha.

Depois de um tempo ele chamou ambos.

Os dois advogados expôs a sua parte... então ele dá o veredito.

Juiz: com tudo que ouvi...e mais a conversa que eu tive com a menos Suelen Silva...eu  decidi que a guarda da menor continuar a Sofia Silva permanente.O pai João pode ver ela na casa dos pais atual.

João: já quê eu não ganhei a guarda ... não quero saber dessa piralha.-Diz fazendo todos fica chocado.

Menos eu.

Eu já sabia que ele queria o dinheiro da pequena quê sua mãe deixou ... quando sof vendeu a casa.

Sof nunca usou o dinheiro...mesmo com toda a  dificuldade quê ela passou.

Porque esse dinheiro é para o futuro da pequena.
❤️❤️❤️❤️

Um mês depois

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.


Um mês depois

Minha mãe  anda passando mal direito...estou muito preocupada.

Ela ficou deitada um pouco após quase caí no banheiro.

Eu comecei grita chorando chamando a Maria.

Sof: filha... eu estou bem não chora mais.-Eu me Aconchego nela sugando.

Depois de um tempo ... minha mãe acaba dormindo.

Eu me levanto e vou para cozinha.

Eu: Maria...o médico vai demora?

Maria: ele deve estar chegando... junto com o seu pai.

Eu: eu fico na sala esperando ... até que a porta abri e o meu pai entra com o médico.

Eu: papai.-Falo me jogando nos braços dele chorando.

Apolo: calma...o médico foi examinar sua mãe.Eu vou com ele e já volto.-Fala me dá um beijo na testa.

Maria: toma meu anjinho ...beber esse suquinho vai ter fazer bem.

Eu bebo todo o suco quê Maria me deu...depois papai me chama para ir no quarto ...logo após o médico ir embora.

MEU PORTO SEGURO 4(CONTO)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora