mc cabelinho- briga+reconciliação+hot

12.2K 531 76
                                    

Victor tá na rua fazendo não sei oque
Discutimos antes dele sair

O Arthur afilhado dele tá aqui em casa e ele simplesmente resolveu sair com os amigos e nos deixar sozinhos

Detalhe, tinhamos marcado de ir no shopping com ele
Eu e o Victor estamos juntos à 2 anos, mas eu só conheci o Arthur agora

E eu nem cuidar de criança sei

-Liz cadê o meu dindo- ele senta do meu lado

-Eu não sei, daqui a pouco eu vou ter que levar pra casa- olho pra ele

-Vacilão ele, nem vamos no shopping- eu ri da fala dele

-Quer ir só eu e você?- pergunto

-Quero- ele levanta

-Então bora- peguei o mesmo do colo e sai andando pro banheiro

Deixei ele lá na banheira e fui pegar nossas roupas

Vesti ele igual o Victor, ficou tão bonitinho

Separei uma roupa pra mim e tomei meu banho

-Liz você vai brigar com ele?- Arthur vem andando até mim e senta do meu lado na penteadeira

-Acho que vou Thu- ele ri

-Dindinho tá ferrado- diz rindo

Eu ri também e nós fomos pro shopping

[...]

-Vem cá tirar uma foto comigo- chamei

-Tô igual o Little Hair- diz se olhando no espelho

Esse garoto é engraçado demais cara

Tirei uma foto nossa e guardei meu
celular

-Tô cheio de fome- ele me olha

-O último brinquedo e depois vamos comer, pode ser?-

Ele confirmou com a cabeça e nós fomos pra corrida de carros

[...]

-Dormiu ó- falo logo depois da mãe dele abrir a porta

-Ah meu Deus, ele sempre chega dormindo- pegou o menino

-Cadê o Victor?- ela pergunta

-Andressa eu não sei, ele sumiu desde cedo-

-Se ele chegar me avisa, e pode arrebentar ele tá, Victor quase matou nossa mãe de preocupação uma vez- ela ri

(Autora: não sei se eles são irmãos)

-Deixa ele, vou indo já, se ele chegar eu te aviso- me despedi

Voltei pro meu carro e fui pra casa

Só quero paz

[...]

Já sai 4 e pouca da manhã e eu ouvi um barulho na porta

-Tá acordada essa hora?- ele diz rouco

-Não me irrita, onde você tava?- pergunto encostando na parede

-Por aí, cadê o Arthur?- pergunta chegando perto

-Tá na casa dele, esqueceu que iríamos no shopping?-

-Eu esqueci- deixa as coisas em cima

-Esqueceu Victor, eu nunca cuidei de uma criança, conheço o Arthur a pouco tempo, ele passou o dia todo perguntando sobre você- me irritei

-Ele é tranquilo vida, calma- ele vem chegando perto

-Não me manda ter calma, onde você tava?- olho pra ele

A diferença de altura é pouca, mas mesmo assim tenho que inclinar minha cabeça

-De rolê com o Ret e o Lennon, nada demais- passa a mão pela minha cintura

-Que bom que era com eles se não...- ele me interrompe

-Para de reclamar- começa a beijar meu pescoço

-Você é um filho da puta sabia- fechei meus olhos sentindo as sensações

-E você gosta- ele me olhou com um sorrisinho no canto da boca

Victor me pegou no colo e nós fomos até o quarto

Chegando lá, ele foi comigo até o meio da cama e me deixou por cima

Apoiei meu corpo no dele e iniciei um beijo

Eu estava só com um sutiã e a parte de baixo de algum pijama meu
Tá calor ultimamente

Cabelinho rapidamente achou o fecho do meu sutiã e abriu
Senti sua mão gelada ir direto em um dos meus peitos e apertar me fazendo ter um arrepio

-Eu amo o Arthur, mas eu queria que ele fosse embora pra gente ficar assim- diz depois de separar o beijo

Balancei minha cabeça negativamente e ergui meu corpo

Sabe a cara que a criança atenuada faz?

É assim que ele tá

A blusa dele é de botão então eu só fui abrindo ela

Eu amo olhar cada detalhe das tatuagens dele, são muitas

Victor sentou na cama nos deixando cara a cara

Senti sua mão vir subindo pela minha coxa e chegar no meu short

Ele colocou minha calcinha de lado e colocou dois dedos

Eu tava tão concentrada olhando pra ele que tomei um susto com a sensação

Victor passou o braço pela minha cintura me deixando imóvel e acelerou os movimentos

Joguei minha cabeça pra trás e deixei os sons saírem da minha boca

Senti beijos serem deixados pelo meu colo e eu passei a mão pelo seu cabelo

-Baixinho vida, não estamos sozinhos nesse prédio- diz baixo

-Cala a boca- falo ofegante

Senti meu baixo ventre formirgar e arranhei as costas dele

Quando eu estava quase lá ele parou

-Por que?- olhei pra ele indignada

-Porque eu quis- riu

--------
Gostaram? Querem parte 2?

*Oh gente me desculpa kkkkkkkk

Cês querem me matar né?

Mas eu prometo voltar a post direitinho
Pode me cobrar tá
Se quiser me mandar mensagem no Insta me cobrando pra eu lembrar nome é julia_acaci0

Enfim, amanhã no ônibus quando eu estiver voltando pra minha casinha eu escrevo pra vocês
É isso, beijos*

Imagines br- cantoresOnde as histórias ganham vida. Descobre agora